«A esquerda só existe porque há pobres»

Entrevista a Álvaro Covões, director da Everything Is New.

 

 

Álvaro Covões, director da Everything Is New, fala sem medo e sem filtros. É crítico do status quo que impera na cultura por vontade política e afirma que os privados não investem mais porque a concorrência é desleal – «90% dos teatros são do Estado e subsidiados». Mas vai mais longe. «Ao controlar a oferta cultural, controla-se a opinião do povo».

Há umas semanas citou Mario Vargas Llosa: “Algo anda mal na cultura de um país se os seus artistas, em lugar de se proporem mudar o mundo e revo­lucionar a vida, se empenham em alcançar protecção e subsídios do Governo”. É esta a cultura que temos em Portugal?
Não são só subsídios à Cultura, é o país inteiro. Este é um país em que as pessoas têm medo de falar e que, em vez de falarem e darem ideias e contrariarem a vontade política, andam de mão estendida e são subservientes ao poder. Mas em todos os sectores.

Leia o artigo na íntegra na edição n.º 8 do DIA15

 

Mais Notícias
Comentários