Economia mundial estabiliza num crescimento moderado

Relatório da OCDE descreve Portugal como um país extremamente endividado, num contexto global pouco favorável.

O défice orçamental português deverá situar-se este ano em 0,5% do PIB, prevê a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), no seu mais recente relatório sobre a evolução das economias desenvolvidas (Economic Outlook), divulgado esta terça-feira. O número adiantado para as contas públicas nacionais é mais pessimista do que a previsão do Ministério das Finanças (0,2%) e uma décima superior ao da Comissão Europeia (0,4%). De resto, os valores estão alinhados com as previsões conhecidas.

Em relação a Portugal, a OCDE antecipa para este ano um crescimento económico de 1,8% e de 1,9% em 2020, o que daria para dois anos de convergência lenta com a média de rendimento europeu, pois a zona euro deverá crescer neste dois anos respectivamente apenas 1,2% e 1,4%. Segundo a organização internacional, Portugal terá em 2019 uma balança corrente negativa (de 1,1% do PIB) e um desemprego de 6,3%. A dívida pública deve situar-se em 118% do produto, baixando no ano seguinte para 115%. O retrato é de um país extremamente endividado, com crescimento que a organização considera «sólido». No domínio das exportações, haverá uma aceleração em 2020, para 4%.

O Economic Outlook explica que a economia mundial abrandou fortemente no ano passado e está agora a estabilizar num nível moderado. Este crescimento ainda medíocre está limitado pelas tensões comerciais entre os principais blocos, que podem acentuar-se, criando um clima de menor confiança e, portanto, de maior risco para o investimento. Há outras vulnerabilidades globais, sobretudo incertezas políticas e o abrandamento da economia chinesa. Segundo a OCDE, o actual nível de crescimento mundial (3,2% em 2019) é insuficiente para assegurar emprego a médio prazo. Em resumo, a economia continua frágil e as guerras comerciais podem impedir o regresso a um crescimento robusto e sustentável.

Mais Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Bacardi foca-se nas marcas próprias em Portugal
Automonitor
O novo Lamborghini Sián é simplesmente eletrizante