Europa a várias velocidades no custo das casas

Preços de habitação em Portugal crescem acima do dobro da média europeia.

O preço das casas está a subir em Portugal muito acima da média europeia, mostram números divulgados pelo organismo estatístico europeu, Eurostat. Em termos homólogos, no quatro trimestre de 2018, o preço das habitações subiu em média 4,2% no conjunto da UE, mas em Portugal este valor foi de 9,3%, mais do dobro que o ritmo europeu.

Portugal é um dos cinco países europeus onde se verificaram números acima de 9% (os outros quatro são Holanda, República Checa, Eslovénia e Letónia). Estes dois últimos, com valores acima de dois dígitos, parecem estar em plena bolha imobiliária.

Os números do índice divulgado pelo Eurostat mostram uma Europa a várias velocidades. Sobre a Grécia, não há dados disponíveis. Em Itália, por exemplo, os preços das casas estão em queda: o valor caiu em média 0,6%. Há depois um grupo de países com crescimentos moderados. Os preços aumentaram apenas 2,6% no Reino Unido, após anos de aumentos sucessivos (este é certamente um efeito das incertezas ligadas ao Brexit). O mesmo se pode dizer da Irlanda, onde a evolução dos preços está a registar um abrandamento, mesmo assim ainda em 7,2%.

Em Espanha, o preço das casas aumentou 6,7% em 2018, mas na generalidade dos países mais ricos da UE o valor cresceu de forma moderada (4,6% na Alemanha, por exemplo), a ritmo acima do crescimento económico. A valorização mais rápida parece estar a ocorrer nos mercados de leste, onde a economia se expande mais depressa. Além dos já citados, Polónia, Hungria e Roménia são três exemplos de mercados imobiliários onde os preços estão a aumentar a ritmo entre 6% e 8%.

Mais Notícias
Comentários
Loading...