Magnata russo lança OPA sobre dona do Minipreço

Mikhail Fridman quer adquirir espanhola Dia, que controla rede da retalhista presente em Portugal

O milionário russo Mikhail Fridman anunciou na segunda-feira que vai lançar uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre o grupo retalhista espanhol Dia, que controla a marca de supermercados Minipreço presente em Portugal. O magnata russo, por intermédio do fundo Letterone, já possui 29% do capital da empresa espanhola e oferece por acção 67 cêntimos, visando adquirir a totalidade do capital e lançar de imediato um aumento de capital de 500 milhões de euros, mais um investimento de 300 milhões, para recuperar o grupo.

A empresa espanhola está endividada e tem um mau rácio de vendas por metro quadrado. A administração prepara uma reestruturação, que inclui a venda da rede de lojas Clarel, também presente em Portugal. Os responsáveis planeavam um aumento de capital de 600 milhões de euros, mas em Dezembro entraram em litígio com a Letterone, que considerava este valor insuficiente.

Em resultado do conflito, as acções caíram 90% no ano passado. Em Janeiro, houve recuperação do valor devido à expectativa de surgir a OPA e, na terça, a valorização atingiu quase 60%, ligeiramente acima da oferta de Fridman.

O grupo Dia tem 7399 lojas em quatro países, mas reduziu as suas operações com a crise. Ainda não há informação sobre os resultados completos de 2018, mas o resultado líquido de 2017 representou uma redução de 19,2% face ao ano anterior e os lucros do primeiro semestre do ano passado representaram uma quebra de 44% face ao período homólogo. Em facturação, também em 2017, a empresa ultrapassou os 10 mil milhões de euros.

Em Portugal, onde o número de lojas tem diminuído, as receitas aumentaram 0,6% no ano passado. O grupo tem 333 lojas próprias e 297 em franchising. Na comparação com 2016, há menos 34 lojas próprias, mas mais 43 em franquia.

Mais Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Influenciadores dominam Marketing Digital da Estée Lauder
Automonitor
Precisa de abastecer? Gasóleo desce a partir de segunda-feira