O fio da navalha

Como é que os socialistas espanhóis vão lidar com as aspirações independentistas catalãs?

A Espanha está fragmentada e pode facilmente entrar num período de instabilidade ou radicalização. Os socialistas venceram, mas a sua maioria é insuficiente. Para formar um governo estável, o líder do PSOE, Pedro Sánchez, precisa do apoio do Unidos Podemos e dos republicanos catalães da ERC. A alternativa seria formar um governo de coligação com os centristas do Ciudadanos, de Albert Rivera, mas isso implica abandonar cinicamente os dois aliados que lhe facilitaram a subida ao poder.

O que é que Sánchez vai fazer com a Catalunha? As primeiras declarações após as eleições sugerem que os socialistas darão prioridade às negociações com os seus parceiros de esquerda. A Espanha terá um executivo socialista minoritário ou uma coligação PSOE-Podemos minoritária, mas todas as combinações de governo dependem do apoio parlamentar dos nacionalistas catalães, que exigem em troca algo que Sánchez não pode dar: um referendo de independência na Catalunha.

Mais tarde ou mais cedo, terá de haver uma definição. Um governo de esquerda apoiado por radicais e nacionalistas pode ter um custo económico elevado, terá certamente uma agenda pesada em questões sociais controversas, mas também caminhará no fio da navalha, no que respeita à unidade do país.

Para os partidos da esquerda, esta é uma boa oportunidade, pois a direita estilhaçou-se em três formações e o poderoso Partido Popular está de rastos e precisa de tempo para se recompor, enquanto é cortado às fatias pelo centro e pela extrema-direita.

Para Portugal, uma Espanha crispada e dividida, à beira de um ataque de nervos, é uma péssima perspectiva. Para os interesses portugueses, o melhor seria um governo moderado, capaz de baixar a temperatura, ou seja, uma coligação entre socialistas e centristas do Ciudadanos, que defendesse a economia e a estabilidade. Infelizmente, para já, os políticos destes dois partidos não parecem interessados em negociar um acordo.

Mais Notícias
Comentários
Loading...